Em Cultural Monumentos Porto e Norte Religioso

Igreja e Torre dos Clérigos


Provavelmente o monumento mais importante da Cidade do Porto, contando com um ícone próprio para divulgação (marca Porto.) e retratado de diversas maneiras em fotos, livros e outros meios, o conjunto de construções da Irmandade dos Clérigos, construída em três partes pelo arquiteto italiano Nicolau Nasoni é para além de uma visita religiosa, o local com a melhor vista de toda a Cidade do Porto.


A primeira construção do conjunto foi a Igreja dos Clérigos, construída entre 1732 e 1749. A Casa da Irmandade, segunda parte e corpo central do conjunto, foi construída entre 1753 e 1758. A terceira, a mais famosa e reconhecida, é a Torre dos Clérigos, construída entre 1754 e 1763.


Em 1910, todo o conjunto de construções foi reconhecido como patrimônio nacional português e em 1996 tornou-se Patrimônio Cultural da Humanidade por fazer parte do centro histórico do Porto.

Um pouco da vista a partir da torre

Em 2013, em função da comemoração dos 250 anos de construção da Torre dos Clérigos, foi realizada uma restauração e reconversão de todo o conjunto de construções, que passou a contar com recursos de acessibilidade e conforto ao visitante.


O Casa da Irmandade tornou-se um museu belíssimo e conta com uma sala especial e acessível que simula a sensação da parte alta da torre, onde não há um elevador para acesso. O elevador atende somente ao conjunto da igreja e museu.


Sé do Porto vista da torre

Esse restauro aumentou a capacidade de visitação, mas não acabou com a sensação claustrofóbica, boa para uns e ruim para outros, de subir seus 75 metros e 240 degraus a pé. O incremento na torre fica por conta de sinalização para facilitar a locomoção e placas que indicam o que está sendo visto pelos visitantes nas áreas externas da torre.

Escadaria da torre. Estreita, não? :)

Pessoas idosas ou com problemas cardíacos podem não se sentir confortáveis para subir a torre, por isso tenha consciência das suas condições físicas na decisão de fazê-lo.

Referências:
Wikipedia - TripAdivisor - Google Maps

Horários e tarifas: 09h00 às 19h00. Em determinadas épocas também entre 19h00 e 23h00. O custo varia entre 4€ e 6€. Existem promoções e pacotes e outros detalhes que podem ser vistos na parte de Bilheteria da página oficial.

Página oficialhttp://www.torredosclerigos.pt

Perfil de viajante: Cultural; Religioso

O que comer: Tripas a moda do Porto e Francesinhas são os pratos principais da cidade. Não deixe de experimentar!

Como chegar: Situa-se bem no centro da Cidade do Porto e pode-se chegar a pé, de autocarro, bonde, metro ou nos autocarros de sightseeing. Detalhes aqui.

Só aqui: A torre é o único mirante que permite visualizar a Cidade do Porto em 360º.

Comprar: Dentro do conjunto existe uma loja que vende souvenires e artigos religiosos. Comprar souvenires é fácil nessa região, pois ela é bem turística. Próximo ao Mercado do Bolhão fica a zona comercial da cidade.

Clima: No verão e no inverno é recomendado proteção, pois é uma atração ao ar livre (na área externa da torre). Dentro da igreja e museu não há com o que se preocupar.

Eventos: Confira a agenda no site oficial.

A noite: Existem períodos específicos do ano em que a visitação noturna é realizada. Normalmente fica descrito na área de eventos do site oficial.

Curiosidades: Existem 49 sinos instalados na torre. O maior tem 1,52m de diâmetro e pesa 2000 kg. O menor tem 0.173mm de diâmetro e pesa 5 kg. (fonte: Torre dos Clérigos).
Nicolau Nasoni esteve envolvido durante 30 anos nas obras da Irmandade dos Clérigos. O projeto arquitetônico da igreja foi gratuito. Nasoni morreu pobre e está sepultado na cripta da Igreja dos Clérigos. (fonte: Wikipedia)

Postagens Relacionadas

0 comentários:

Postar um comentário