Em Viver

De onde vem a notícia?


Ligar a televisão e relaxar um pouquinho. Acompanhar as notícias locais e aprender um pouco mais do quotidiano dos portugueses. Foi assim, que pouco a pouco, fui conhecendo a televisão portuguesa e me surpreendendo.

Eu só conhecia a RTP, pois era o único canal português que tinha contato lá no Brasil. Confesso que nunca o assisti pois meu pai só queria assistir ao NHK (canal japonês) e o Discovery Channel, Mas só quando minha mãe distraía-se de suas novelas (é uma rotina diária, das 18h as 22h).

Sobre as novelas, os portugueses também gostam e acompanham as novelas brasileiras e já faz um tempo que existe uma produção de novelas nacionais que está a melhorar a cada dia que passa. O tempo de publicidade é diferente da televisão brasileira e americana. São menos intervalos com maior tempo de duração (quando digo maior, é maior mesmo). Há muitos telejornais e quando eles resolvem transmitir, são em todos os canais ao mesmo tempo. Alguém me explica, o porquê?

O que adoro na televisão portuguesa é que os filmes estrangeiros são transmitidos em idioma original, legendados. Bem melhor, do que filmes dublados como é de costume no Brasil ou na Espanha, por exemplo.

Para quem tem interesse em conhecer mais a fundo a situação de Portugal, vale a pena conferir as informações providas pelos seus canais de comunicação social. Segue a relação dos canais televisivos, jornais impressos e revistas do país.

Televisão: RTP - SIC - TVI


Revistas: Sábado - Visão

Destaques para:
- Jornal i por ser o vencedor do prémio máximo da Society for News Design como o jornal com melhor design do mundo.

- Expresso por ser o mais antigo semanário português.

- Público por sua representatividade na secção política, crônicas e ao sábado trás como suplemento a revista Fugas que nos leva a descobrir locais únicos em Portugal e por esse mundo fora.

E depois de um banho de realidade nada melhor que descontrair com os Bules e acompanhar mais curiosidades, turismo e gastronomia de Portugal. Além de continuar acompanhando o Conexão Portugal.

Abraços de Lisboa.
Debora Midori

Postagens Relacionadas

0 comentários:

Postar um comentário